segunda-feira, 27 de junho de 2016

Resumo da Carnavália Sambacon 2016




CARNAVÁLIA-SAMBACON ENCERRA COM A PARTICIPAÇÃO DE 31 LIGAS DE ESCOLAS DE SAMBA DE TODO O PAÍS E A PERSPECTIVA DE 20 MILHÕES EM NEGÓCIOS

Um público de mais de 10 mil pessoas e a presença de 31 ligas de escolas de samba de todo o país, com a perspectiva de cerca 20 milhões em negócios iniciados, foi o resultado da Carnavália-Sambacon, único evento de negócios de Carnaval do País. Durante três dias, participaram de debates, painéis acadêmicos, rodada de negócios, shows, desfiles e apresentações, representantes de escolas de samba, profissionais do Carnaval, pesquisadores, autoridades e artistas. 
A Carnavália-Sambacon, organizada pelas empresas Timbre e AMI7, contou com 60 estandes de diferentes expositores e fornecedores da cadeia produtiva do Carnaval, em uma área de seis mil metros quadrados no Centro de Convenções SulAmérica, de 23 a 25 de Junho.  
“Em seu terceiro ano, mesmo em meio à crise econômica e política vivida no país, a Carnavália conseguiu superar todas as expectativas e já se consolidou como o momento para a realização de negócios do Carnaval, reunindo os integrantes da cadeia produtiva da maior festa popular do País. O maior destaque desse ano foi  a participação de ligas  que representam o Carnaval de muitas outras cidades”, destacou Nei Barbosa, idealizador da feira.  
Para Moacyr Barreto, um dos organizadores, o alto nível dos debates com convidados de todo o país também merecem destaque. 
“A Carnavália possibilita a aproximação entre ligas, escolas de samba, blocos e empresas e toda a cadeia de fornecedores. É preciso lembrar que estamos em um momento do ano em que os carnavalescos estão começando a pensar nos enredos. E é aqui que eles encontram os produtos que serão incorporados aos projetos, com qualidade e custos menores, e também onde vão trocar experiências para uma melhor gestão”, explica.  

CARROS EM 3D E REDES DE RELACIONAMENTO

Uma das maiores atrações foi a Delta Thinkers, empresa de tecnologia que participou pela primeira vez da feira e que faz impressões em 3D. Segundo Leonardo Tuorto, sócio da empresa, a tecnologia 3D permite a reprodução de carros alegóricos em miniatura, como maquetes, o que pode revolucionar a história dos desfiles das escolas por permitir que os carnavalescos consigam visualizar todos os detalhes de criação em protótipos extremamente fiéis aos carros que serão levadas ao desfile. Leonardo e seus sócios agendaram cerca de 50 visitas à sede da empresa.
Para Célia Domingues, presidente da Associação de Mulheres Empreendedoras do Brasil – AMEBRAS, a Carnavália é um espaço de construção de novas parcerias. “Cinco empresas já querem licenciar seus produtos. Além disso, recebemos convites para palestras e workshops no Rio Grande do Sul, São Paulo e Amapá, uma oportunidade única de aumentar a visibilidade o nosso trabalho e ampliar o campo de mercado para as nossas profissionais”, conta.
A mesma opinião tem Vicente Jorge, sócio do Babado da Folia, uma das mais importantes lojas de artigos de Carnaval do Brasil. Segundo o empresário, o ponto alto do evento foi a possibilidade de ampliar as vendas para cidades que têm importantes carnavais e que pela primeira vez vieram ao Rio em busca de fornecedores, como Florianópolis e Joaçaba (SC), Macapá (AP) e Muriaé (MG).
Para Sandro Carvalho, sócio do Chateau Rouge, a edição deste ano foi ainda melhor que a anterior por receber um número superior de profissionais do segmento de beleza e de outros mercados de fora do Carnaval interessados nos serviços e produtos tradicionalmente vinculados ao setor. “Além das negociações com escolas de samba de Florianópolis e Macapá, que para mim são novas aberturas, pude negociar com empresas de formaturas e eventos. E, para coroar, fomos convidados para participar do Carnaval de Notting Hill, na Inglaterra, em setembro”, conta.
Presidente da Liga das Escolas de Samba do Amapá, Vicente Cruz entende a Carnavália como uma oportunidade única para firmar negócios e conquistar investidores. “Essa troca de informações é muito importante para colocar o carnaval do Amapá na rota dos grandes eventos culturais, com várias experiências para trocar”, comemorou.


Mais informações:
Trevo Soluções em Comunicação – Assessoria de Imprensa da Carnavália- Sambacon